MAIS SOBRE A REDE

ESTRUTURA DA REDE

 

1. DIRETORIA EXECUTIVA

 

A Tirzah Brasil é dirigida nacionalmente por uma Diretoria, assim composta:

Presidente: Abilene da Paz Barros Silva
Vice: Maria das Graças Monteiro Reis
Secretária: Quézia P. B. Silva Amorim
Tesoureira: Eloísa Sousa
Coordenação de espiritualidade:

Durvalina Bezerra; Ana Maria Costa

 

2. COORDENADORIAS

 

2.1  Perfil das Coordenadoras

       

A Rede Tirzah Brasil funciona com coordenadorias em cinco níveis: nacional, Regional, Estadual, Cidade, denominação e igreja e Projetos Sociais. Seja qual for a categoria, a coordenadora deve ser uma mulher de testemunho cristão aprovado, de oração, afável no trato, prudente, ativa, desprovida de preconceito denominacional, e que promova a unidade do Corpo de Cristo.  Cada coordenadora deve ser autorizada  pelo Pastor de sua igreja para desenvolver o ministério na Rede.  As mulheres casadas devem ter a anuência de seu marido.

 

2.2 Coordenadora Nacional

 

A Presidente da Tirzah Brasil, que é a Coordenadora Nacional:

 

  • Nomeia as coordenadoras regionais, e estas as estaduais e assim sucessivamente;

  • Presta  assistência às coordenações regionais;

  • Representa o movimento da Tirzah Brasil em todos os locais que visita;

  • Passa a visão, buscando agregar mais crentes com a mesma visão;

  • Mobiliza igrejas para a adoção de povos não-alcançados e o sustento de obreiros;

  • Organiza, junto às coordenadoras regionais, eventos e conferências missionárias para mulheres;

  • Organiza os encontros nacionais  da Tirzah Brasil;

  • Realiza parceria com Projetos sociais e de sustentabilidade e acompanha o desenvolvimento dos projetos.                

 

Com o firme propósito de alcançar seu objetivo principal, bem como para envolver

mulheres de todas as igrejas evangélicas do Brasil no ministério da Tirzah Brasil, a Coordenadora Nacional institui coordenações regionais, estaduais, de cidades, denominações,  igrejas locais e projetos sociais.

 

2.3 Coordenadora Regional

 

  • Mobiliza e incentiva líderes (mulheres) evangélicas dos estados de sua região para agilizarem a intercessão, a visão missionária e a ação social em suas denominações e igrejas;

  • Mantém contatos com líderes de denominações, difundindo o trabalho da Rede e promovendo o engajamento do maior número possível de mulheres na intercessão e na evangelização;

  • Organiza, anualmente, mediante orientação e conforme o calendário da Coordenadora Nacional, uma consulta para as coordenadoras estaduais de sua região;

  • Estimula e encoraja as coordenadoras estaduais a permanecerem fiéis à visão da Tirzah Brasil;

  • Presta relatório escrito trimestral à Coordenadora Nacional.

 

2.4 Coordenadora Estadual

 

  • Arregimenta, em todas as denominações evangélicas, mulheres para coordenarem a Rede em cada cidade de seu Estado, de modo que, em todos os municípios, haja conhecimento e desenvolvimento  do ministério da Rede;

  • Organiza, anualmente, mediante orientação de sua coordenadora regional, uma consulta para as coordenadoras das cidades de seu Estado;

  • Encoraja as líderes de cidade a se manterem firmes na visão que o Senhor concedeu à Tirzah Brasil;

  • Presta relatório trimestral à coordenadora de sua região.

 

2.5  Coordenadora de Cidade        

 

  • Estimula e mobiliza as mulheres de todas as igrejas evangélicas de sua cidade para que se engajem na Tirzah Brasil;

  • Levanta uma coordenadora em cada igreja de sua cidade e faz reuniões periódicas com elas (a troca de experiência enriquece);

  • Divulga o trabalho da Rede nas rádios, nos jornais e na TV, bem como em boletins das igrejas locais;       

  • Promove seminários de oração evangelística, envolvendo mulheres de todas as denominações (usar o Guia de estudo para Oração Evangelística);

  • Realiza uma reunião mensal com as mulheres das igrejas evangélicas da cidade, divulgando, previamente, a data e o horário por meio de carta e/ou emails a todas as sócias. Pode contar com voluntárias para telefonar ou enviar emails para as mulheres, lembrando-as da reuniões locais;

  • Participa dos eventos missionários de sua cidade para difundir a visão da Rede;

  • Presta relatório escrito trimestral à coordenadora de seu Estado.

 

2.5.1 Orientações Gerais para as Coordenadoras de Cidade

 

  • Em cada reunião, marcar o local e horário da próxima, levando material para divulgação nas igrejas.

  • Seja pontual, começando e terminando cada reunião nos horários estipulados (a duração de cada uma não deve exceder duas horas). Chegue ao local da reunião com antecedência e fique até o final. Seu procedimento é exemplo para as outras mulheres.

  • Seja afável no trato, deixando o amor de Jesus fluir e permear este ministério que é de amor; jamais desencoraja as participantes ou faz cobranças. Bom mesmo é conscientizá-la de que estão trabalhando para o Senhor e de que devem dar o melhor a Ele.

  • Mobilize as participantes de cada reunião a convidarem outras mulheres para a próxima reunião.                                         

  • Peça sempre a graça de Deus para realizar reuniões e eventos dinâmicos, com a participação de muitas mulheres; transmita-lhes (pessoalmente ou por meio de uma convidada, um convidado) uma mensagem de edificação espiritual;  dê  oportunidade (10 minutos) à coordenadoras visitantes para divulgarem seu trabalho; ponha em prática, nas reuniões, oração em trios e distribua os cartões de oração em favor dos povos não alcançados.

  • Envie para  sua líder imediata notícias dos trabalhos, tanto vitórias como dificuldades, testemunhos das respostas às orações, conforme informações enviadas regularmente pela coordenadoras de igreja, cidade, Estado e, assim, sucessivamente. 

 

2.6  Coordenadora de Denominação e de igreja local         

                                

  • Expõe a proposta da Rede às mulheres de sua igreja, convocando-as a orar diariamente, durante 15 minutos, pelos motivos que estão no item 4 deste Manual;

  • Mobiliza todas as mulheres da igreja a participarem dos cultos ou encontros que a coordenadora de cidade realiza, e de consultas, congressos etc., em nível nacional;

  • Apoia eventos missionários promovidos pela igreja;

  • Incentiva a formação de trios de oração, para alcançarem com o Evangelho seus familiares, seus amigos, seus vizinhos e os povos que não conhecem Jesus; ensina como formar trios estabelece o tempo de sua duração;

  • Incentiva a divulgação do projeto Adote um Povo em sua igreja, convidando o Pastor  e/ou Conselho Missionário para se inteirarem neste projeto e adotarem um pov não alcançado em parceria com mais quatro igrejas;

  • Mantém contato com  mulheres  -  jovens, adolescentes, mães, avós  e, quando possível, oferece um chá ou outro evento para apresentar a Rede e o seu propósito àquela que ainda não a conhecem;

  • Presta relatório escrito trimestral à coordenadora de sua cidade.

 

2.6.1 Orientações para Coordenadora de denominação e de igreja local 

 

  • Converse com o Pastor de sua igreja e peça a oportunidade para divulgar a Tirzh Brasil.

  • Elabore convites para mulheres que ainda não estão envolvidas com a Rede, convocando-as para reuniões e eventos.

  • Cadastre o maior número possível de mulheres utilizando o folder da Tirzah Brasil, e remeta as fichas para a secretária atualizar o cadastro de sócias.

  • Mantenha um fichário com dados completos de todas as sócias.

                                                                                                              

2. 7 Coordenadora de Projetos sociais

 

  • Organiza e acompanha projetos sociais em comunidades carentes ou com pessoas que sofrem maus tratos.

  • Desenvolve ou acompanha projetos ligados a Tirzah Brasil

  • Encaminha mensalmente os pedido de oração das necessidades de cada projeto ou realidade social para o calendário de oração da Tirzah Brasil;

  • Apresenta relatórios periódicos à coordenação nacional das atividades desenvolvidas no projeto.

 

Compete a cada coordenadora orar por suas lideradas e manter contato constante com sua coordenadora imediata para que haja uniformidade no trabalho.

 

A cooperação e a unidade são importantes para o bom andamento do ministério.

 

 

PARA SER COORDENADORA DA TIRZAH BRASIL

 

Você que foi tocada pelo Senhor Jesus para ser participante deste ministério como coordenadora,  acesse o Site: www.tirzahbrasil.com.br,  preencha a ficha da coordenadora ou envie os dados abaixo para abipaz21@gmail.com.

                

FICHA DA COORDENADORA

Nome: _______________________________________________________________________________________________________________________

Estado Civil: _________________________________________________ Endereço: ________________________________________________________

_____________________________________________________________________________________________________________________________

Cidade: ________________________________________ Estado:________________________________ CEP:___________________________________

Telefone: ____________________________ Celular:__________________________  Email: __________________________________________________

Igreja:________________________________________________________ Função que ocupa na Igreja: ________________________________________

 

Desejo ser:

(     ) Coordenadora Regional

(     ) Coordenadora Estadual

(     ) Coordenadora de Cidade

(     ) Coordenadora de Denominação

(     ) Coordenadora de Igreja local

(     ) Coordenadora de Projetos Sociais

 

 

3 PARCERIA

 

Visando maior eficácia no cumprimento da missão, a Tirzah Brasil mantém parcerias com Missões, Agências missionárias e Projetos, além de desafiar mulheres evangélicas participantes de outros ministérios para trabalharem em parceria na oração, intercessão e súplica por povos não alcançados.

 

 

4  MOTIVOS DE INTERCESSÃO DA TIRZAH BRASIL

 

  • Por um grande avivamento para a Igreja brasileira que traga paixão por Deus e amor pelos perdidos;

  • Por mães que consagrem seus filhos a Deus e a obra missionária;

  • Por mulheres que sofrem em todo mundo;

  • Pelas crianças que abandonadas, excluídas e que sofrem maus tratos;

  • Para que cada igreja brasileira adote um povo não alcançado e se empenhe  em levar o Evangelho até eles;

  • Pelos jovens do Brasil pedindo salvação, reconciliação, e consagração à obra missionária, para que se envolvam intercedendo, indo ou contribuindo;

  • Pelos municípios brasileiros com menos de 1% de evangélicos;

  • Pelas tribos indígenas e comunidades quilombolas, povos e etnias aonde o evangelho ainda não chegou;

  • Por mulheres que desenvolvem projetos sócias e de sustentabilidade;

  • Pelas famílias, vizinhos e colegas para que sejam salvos.

 

Quando trabalharmos na dependência do Espírito Santo com coragem, dinamismo, humildade e santidade, alicerçados na oração, certamente Deus nos dará vitória na grande colheita mundial que preparará a segunda vinda do Senhor Jesus.

Para adquirir os livros, folders e manual (kit de coordenadora), encaminhe seu pedido para abipaz21@gmail.com. Cada coordenadora tem um desconto de 40% na compra dos livros. Folders, Pacto de Adoção e manual são enviados gratuitamente.

Ligue:

43 - 99184 7577